Bruno Muniz 's Portfólio

Cobertura Especial para o site Futebol de Minas: Minas Olímpica – Jogos de Minas 2012

Posted in Uncategorized by Bruno Muniz on novembro 27, 2012

Confira a cobertura completa do Minas Olímpica – Jogos de Minas 2012, antigo JIMI ( Jogos do Interior), realizada em Juiz de Fora. Abertura, fase classificatória, semifinais e finais, que eu fiz para o Futebol de Minas. Clique aqui ou acesse pelo link abaixo:

http://www.futeboldeminas.com.br/competicao-noticia/minas-olimpica-jogos-de-minas-2012

Entrevista publicada no Portal 5 Estrelas

Posted in Entrevistas, Portal 5 Estrelas, Uncategorized by Bruno Muniz on outubro 17, 2011

Confira a baixo entrevista com o líbero do Sada Cruzeiro, Serginho, ou diretamente no site

Serginho: A recepção de ouro do Sada Cruzeiro – Por Bruno Muniz – @brunomun

Por Bruno Muniz – @brunomun – Fotos: Ricardo Morgan

Sergio Luiz Seixas Francia Nogueira, o Serginho, é um dos jogadores experientes que comanda o time de vôlei do Sada Cruzeiro. O atleta, de 33 anos, considerado um dos melhores líberos do Brasil, começou a praticar o esporte por brincadeira e resolveu seguir a carreira, onde coleciona conquistas.

Em um papo com o Portal 5 Estrelas, Serginho falou sobre a última temporada no Sada Cruzeiro, como o vôlei entrou em sua vida, sobre Seleção Brasileira e muito mais. Confira!

P5E – Como você começou a praticar vôlei?

Comecei a praticar vôlei animado pelas boas atuações na brincadeira no fim de semana. Me divertia com amigos e resolvi ir além. Aos 13 anos, empolgado pelas belas jogadas e um pouco desanimado com o futsal decidi seguir carreira no esporte.

P5E – Por que escolheu ser líbero? Já jogou em outra posição?

Na verdade não escolhi ser líbero, escolhi jogar vôlei. Sendo assim jogaria em qualquer posição. Jogava como levantador até o juvenil quando fui dispensado e não tive uma real oportunidade de jogar um campeonato alto nível.

P5E – Você se espelhou em alguém no começo da carreira? Qual o seu ídolo?

O ouro olímpico em Barcelona me motivou bastante a seguir a carreira. Admiro a grande maioria dos atletas daquele time.

P5E – Você é considerado um atleta de conquistas, já ganhou três vezes a Superliga quando atuava no Minas, além, dos campeonatos mineiros. E logo na primeira temporada no Cruzeiro, já terminou em segundo lugar na Superliga e foi campeão mineiro. Qual o segredo para tantas conquistas e resultados importantes?

Muito trabalho, dedicação e vontade de melhorar sempre são atributos pessoais. Aliado a eles, considero a estrutura, organização da equipe, profissionalismo e atletas capacitados com o mesmo foco.
P5E – Você já foi escolhido em quatro temporadas como melhor recepção da Superliga e em duas, melhor defesa. Como você costuma se aprimorar em cada temporada, já que o nível das competições tem subido tanto?

Para acompanhar a evolução é preciso estar atento, procuro melhorar a cada ano e sempre tive ótimos técnicos e atletas que contribuíram com o meu crescimento. São prêmios individuais que foram conquistados coletivamente.
Infelizmente ganhei outras vezes (como nesta temporada), mas, não recebi o prêmio. Confira no site www.cbv.com.br, estatísticas individuais, não é a primeira vez que acontece.

P5E- Quando você veio para o Sada Cruzeiro, o fato de continuar jogando no estado mineiro afetou sua decisão?

Sempre tive boas referências do Sada Cruzeiro por amigos que passaram pelo time. Sempre busquei estabilidade em minha vida, atletas de vôlei fazem contratos de 1 ano normalmente, isso é péssimo do ponto de vista psicológico. O atleta não consegue se programar e não sabe onde jogará no ano seguinte. Fiz uma proposta de 2 anos para o Sada Cruzeiro e conseguimos concluir a negociação e efetivar minha contratação. Permanecer em BH é excelente, por mim não jogaria em outro lugar. Infelizmente não depende só de mim, sou profissional e o mercado não se resume a minha cidade.

P5E- Como é sua relação com o torcedor cruzeirense?

Tenho uma relação excelente com o torcedor cruzeirense, me comunico com eles via twitter constantemente e estou impressionado com o apoio ao time durante a Superliga.

P5E – Você esperava uma temporada tão boa como a de 2010/11, no Sada Cruzeiro?

Tínhamos um time de operários que sempre soube que tinha que trabalhar bastante para subir degraus importantes. Sempre coloquei metas de curto prazo na temporada, sabendo que seria importante entrar com a mesma disposição em todos os jogos. Primeira conquista foi o Torneio em Irvine, Estados Unidos. Fiquei otimista com o comportamento do time e estava focado no Campeonato Mineiro. Entramos com tudo no Mineiro e derrubamos todos os times, conquistando a hegemonia no Estado. O próximo compromisso seria a Superliga e tinha certeza que seria mais difícil. Confiantes pelas conquistas, superamos as nossas deficiências e deixando os favoritos pelo caminho, foi um ano excelente e surpreendente.

P5E – Quais são suas metas para o futuro?

Continuo com metas de curto prazo. A programação inicial prevê amistosos na Argentina, Torneio em Irvine, Mineiro e Superliga.

P5E – Você ainda almeja jogar pela Seleção Brasileira?

Enquanto for atleta estarei preparado para defender a Seleção.

P5E – Você acha que o vôlei brasileiro está bem representado pela nova geração que está chegando?

O Brasil tem excelente material humano para brilhar em várias gerações, estamos bem servidos.

P5E – Por que você acha que o vôlei cresceu tanto no Brasil e se tornou a segunda paixão nacional?

Cresceu pelos títulos internacionais conquistados, pela organização dos campeonatos nacionais, incentivo de patrocinadores e consequentemente um aumento considerável de adeptos.

P5E – Mande um recado para o torcedor do Sada Cruzeiro e os fãs de vôlei

Torcedor do Sada Cruzeiro, conto com a presença de vocês durante a temporada 2011/2012. Vocês deram um show nas arquibancadas. Recarreguem as energias que o Campeonato Mineiro vem aí. Estarei informando os jogos e curiosidades do nosso time no meu twitter, @serginhovolei. Obrigado!!!